Álbum Marrom

by Os Torto

supported by
/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.
    Purchasable with gift card

      name your price

     

  • Full Digital Discography

    Get all 13 Os Torto releases available on Bandcamp and save 35%.

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality downloads of É verdade esse EP, Show de Bola!, Trombeta, TORTOMANIA, 20 anos, Todos os riffs de amor, Pereio, Lei do sossego, and 5 more. , and , .

    Purchasable with gift card

      $6.50 USD or more (35% OFF)

     

1.
Todos os dias tenho que lutar para sobreviver Ganhar dinheiro para envelhecer Não, não acho usto que eu não tenha tempo pra perder Acordar bem cedo é sempre uma merda Depois de uma grande festa Onde dançamos e bebemos até morrer Mas deve ter uma solução Senão eu vou me meter em confusão! Nada contra trabalhar Mas essa rotina ainda vai me matar A vida toda correndo atrás da máquinha Chegando ao ponto de surtar Chegou a hora de mudar É preciso ser livre e aproveitar O mais justo é roubar Ninguém compra nada, é só pegar Vou viver á deus-dará E ninguém mais será pobre ou vai enriquecer Para Marx o socialismo era o ideal E Adam Smith falou que ia ser liberal Mas nada deu certo e foi tudo uma grande merda igual O ser humano nunca pensa em dividir Só se preocupa em somar ou em subtrair Nunca pensa nos outros e reza muito pra se redimir Mas deve ter uma solução Senão eu vou me meter em confusão! Nada contra trabalhar! Então essa é a solução Legalizar o roubo é a revolução! O mais justo é roubar... E ninguém mais será pobre ou vai enriquecer Nada contra trabalhar A rotina vai me matar Vou viver á deus-dará O mais justo é roubar
2.
Olho de gato 02:33
Esse olho de gato na escuridão Esse olho de gato não tá muito são Não tá não! Não tá não! Não tá não! Não tá não! Eu não to legal! Pelado pela rua achando tudo tão normal Chegou um cara e disse "meu irmão, tu tá muito mal" Muito mal! Muito Mal! Muito Mal! Muito Mal! MAAAAAAAA! MA-MA-MA-MA-MA-MA-MA-MA!
3.
Todos ficaram quietos depois que o filme terminou Com a morte do mocinho, até o lanterninha se apavorou Isso não está correto, o mocinho tem que viver Mas esse é o cine trash que todo mundo adora ver Na primeira cena uma cabeça estourou E alguém do meu lado tomou um susto e se cagou Isso não está correto, o mal cheiro contaminou E interromperam a sessão porque o lanterninha desmaiou E voaram braços, e voaram pernas quando o filme recomeçou E apareceu um zumbi do Elvis que pra mocinha assim falou: “Vou comer os seus miolos cantando Don’t Be Cruel Mas por favor não suje de sangue o meu Blue Suede Shoes” Mas na hora H o mocinho apareceu E com um golpe de machado provou ao mundo que o rei morreu E toda a gurizada foi à loucura outra vez Nada melhor que um banho de sangue numa sessão de matiné Está terminando o filme e o final eu vou contar A mocinha vira um zumbi e o mocinho vai devorar Até os créditos terminarem de passar A mocinha vira um zumbi e o mocinho vai devorar Devorando sem parar E os miolos vão estourar E o sangue vai jorrar Até os créditos terminarem de passar
4.
Yoqueria 02:26
Oh yeah, oh yeah! Oh yeah, oh yeah! Yo queria conocer a los Beatles Y salir tacando tacos y burritos Yo queria conocer a los Stones Y salir para bailar con los Ramones Oh yeah, oh yeah! Oh yeah, oh yeah! Num squat con The Clash Ou o Yes! Yo queria conocer a Burt Reynolds Jimi Joe, Al capone Silvester Stallone Y Dee Dee Ramone CJ Ramone, Richie Ramone Elvis Ramone Y tome Ramones! Yo queria conocer a Frank Sintatra Y salir para bailar África Banbaataa Yo queria ser amigo de los artistas Y salir em las capas de las revistas Con Arnaldo Baptista Los tropicalistas Arnaldo Baptista
5.
Eu fico esperando o ano inteiro pela chegada do verão Sair com meus amigos, pegar um bronze em Capão A água pode não ser a mais limpa Mas te garanto que as gurias são as mais bonitas Se empedrando na areia, pegando um sol no cabeção Tirando sarro da vida alheia, bando de vacilão Azarando no calçadão Nunca fui tão feliz no meio da poluição E quando chega a noite ta na hora de ir pra festa A galera ta animada, diversão é o que interessa Levar as gurias para a beira da praia, não tem nada melhor E o caminho da ressaca eu sei de cor Quando o tempo fecha Enchemos a cara Jogando um baralho Fumando um da massa Tocando viola Ligando para as confirmadas Esperando o sol chegar outra vez
6.
Puta que pariu! A construção civil Ta mandando prego pra caralho! Aonde já se viu Em plena Assis Brasil Tão mandando pedra pra caralho! É especulação lá na bolsa de valores Bateram o pregão na cabeça do Dow Jones Do Dow Jones! Puta que pariu... Aonde já se viu A PM e a Civil Tão fumando pedra pra caralho! E enchendo o bolso de cascalho!
7.
Aonde eu vou tem um cigarro Impressionante! Aonde eu vou tem um isqueiro Contagiante! E o Luiz vai no banheiro A todo instante! Sua bexiga é pequena E o Gian vai pegar ceva A todo instante! Abriu a geladeira e gritou Refrigerante! Fodeu! Fodeu! Fodeu!!! É impressionante!
8.
Perspicaz 03:21
Além de perspicaz ela é esperta Também muito sagaz e tem a mente aberta E eu que pensei que era o malandro Quando penso que to indo ela já ta voltando E eu não sou metade do que ela é Na frente dela me sinto um mane Sou eu que fico de cabelo em pé Parece tão recatada mas é depravada A cara de santinha esconde uma tarada E eu fico aqui me perguntando O que que essa mulher ta aprontando Ou será que eu que to pirando? Esses somos nós Eu sou o homem e ela é a mulher Esses somos nós Para todo problema que vier Nosso amor parece uma guerra Mas depois da briga sempre vem a festa Eu e ela aprontando A discórdia disseminando Bebemos até cair, escandalizamos Eu e ela, ela e eu! Esses somos nós... E quem pensou que uma historia de amor Precisa ser perfeita É porque não conheceu Um grande amor que te enlouqueceu
9.
Bilhetinho 03:56
Eu fico no meu quarto Tentando me comunicar Eu faço um sinal Mas você não quer olhar Escrevi num bilhetinho O que eu sinto por você Mas tu rasgou o bilhetinho Sem ao menos antes ler Prefiro ficar sozinho Mas gosto de você Não pense que é sem carinho Só não quero me envolver Então aceita o bilhetinho É sincero, pode crer E vem pra cá correndo Que eu to louco pra te ver Me chama de canalha Porque eu curto rock’n’roll Me chama de canalha Mas o bilhetinho eu dou Eu fico no meu quarto Tentando compreender Eu faço um sinal Mas você não quer me ver
10.
Pandemia 03:16
Pandemia! Pandemia de la gripe suína Pandemia de la gripe suína Seja nos Andes ou em Acapulco Buenos Aires ou em Passo Fundo Pandemia de la gripe suína Pandemia de la gripe suína Na churrascaria espirros no entrecot Lá em Vacaria alguém gripado me beijou Pandemia de la gripe suína Pandemia lá em vacaria No campus da agronomia Na ilha da fantasia Na Mongólia e na Namíbia Yo ya sabia Infectaremos la Bahia Yo ya sabia Infectaremos la Bahia Por todas las rodovias Por todas lãs aerolineas Y en la marina Y hasta en las ciclovias Yo ya sabia...
11.
Hervé Villechaize Já comeu muito mais Mulheres do que eu e você Oh yeah! Ricardo Montalbán Ele e sua van Levou todos para a ilha Da fantasia Que alegria No hidroavião Todo mundo pelado rolando pelo chão Hervé quis botar a mão Mas o Montalbán disse que não Mas veja que situação Um velho e um anão Causando grande confusão E os convidados Estão todos excitados Pediram pra tirar a roupa Hervé já ia abrir a boca Mas o Montalbán disse que não
12.
A vodka é russa, russa é a vodka Mas atrapalhou e atrasou a Perestroika Então tire da minha frente essa dose de Pilantroff! Esquentou a guerra fria, deu diarréia no Brejnev Fez Yuri Gagarin dar a partida em marcha ré Então não me apresente essa dose de Pilantrovsky! E na KGB vomitaram sem parar Acabou com o governo do Stalin e do Czar Não me peçam que eu agüente outra dose dessa Pilantroff! Baryshnikov errou o passo, Nietsche chorou A MIR caiu do espaço nas ruas de Moscou E tu ainda me oferece essa tal de Pilantroff! Lênin, Trotsky e o Tolstoi Stravinksy, Tchaikovsky e o Rachmaninoff Pediram a cabeça, exigem o exílio Do Ivan Pilantroff

about

Os Torto - Álbum Marrom
Lançando em 2012
12 faixas

Gravado nos estúdios Hill Valley, Music Box e Marquise 51 em abril de 2010
Mixado e masterizado no estúdio Hill Valley
Engenheiro de gravação: Davi Pacote

Músicos convidados:
Azzolini - trompete
Roni Cash - saxofone

Direção de arte: Paulinho Tscherniak

credits

released November 1, 2012

license

all rights reserved

tags

about

Os Torto Porto Alegre, Brazil

Os Torto são um grupo de Rock´n roll, original de 1994, suas músicas são curtas, diretas e cada uma delas é um hit em potencial.

contact / help

Contact Os Torto

Streaming and
Download help

Report this album or account

If you like Os Torto, you may also like: